Maddy (Amandla Stenberg) tem uma doença rara: e alérgica ao mundo. Se der um passo para fora de sua casa, respirar nem que seja por alguns segundos o ar que todos os seres humanos respiram ou ter qualquer contato com pessoas que não sejam sua mãe, sua enfermeira ou a filha de sua enfermeira, pode morrer. Mas isso muda quando percebe que tem novos vizinhos, e quando começa a trocar mensagens com Olly (Nick Robinson) descobre um mundo do qual nunca fez parte, mas a partir de agora sonha, mais ainda, em conhecer.

Na adaptação do filme de mesmo nome do livro, Everything Everything (ou, Tudo e todas as Coisas), o espectador se depara com um filme leve, com um romance jovem desses que não enjoa e uma história gostosa de se assistir sobre amor e se arriscar na vida. Com uma trilha sonora de musica pop, cores pasteis colorindo o filme e uma fotografia linda e clara e o uso de mensagens de texto ilustrando parte do filme, Tudo e Todas as Coisas nos remete ao romance de 2014 de A Culpa e das Estrelas, porém sem lágrimas.

Se você gosta de romances, mesmo que não sejam nível Romeu e Julieta, vai gostar da historia entre Maddy e Olly. A adaptação e fiel ao livro e conta com as atuações delicadas e jovens de Amandla Stenberg e Nick Robinson.

Notícias relacionadas