Atire a primeira pedra quem nunca chorou ao ouvir alguma música da Marília Mendonça, né?

A cantora que atualmente é uma das mais bombadas nas rádios, em visualizações no YouTube e nas paradas dos aplicativos musicais, estará de volta ao Espírito Santo para um show com a dupla Maiara & Maraísa — “Festa das Patroas“, que acontecerá dia 5 de janeiro na Arena Pedreira

Marília Mendonça começou a carreira se destacando como compositora, escreveu para diversos artistas, sendo eles: Cristiano Araújo com “Até Você Voltar” e “Cuida Bem Dela”, o sucesso da dupla Henrique & Juliano.

A cantora de Goiás gravou seu primeiro álbum em 2015 “Marília Mendonça Ao Vivo”, se destacando por suas composições de valorização da mulher. Marília já deixou a todos bem claro que seu foco é a sua carreira e uma prova disso foi o termino de seu noivado pois de acordo com a cantora ele “queria casar e ter filhos” e isso foge do foco que a cantora procura para sua carreira!

O Conexão POP aproveitou a vinda da cantora em janeiro para o “Festa das Patroas” e mandamos algumas perguntinhas para a dona do hit “Amante Não Tem Lar” sobre carreira internacional e até empoderamento feminino no estilo musical, confira abaixo:

CP: Só nesse ano você já veio para Vitória/ES mais de três vezes, correto?! O seu público está aumentando cada vez mais e gostaríamos de saber: O que você tem achado desse domínio feminino no mundo do sertanejo? Você vê algum preconceito?

M: Nesse ano eu tive o privilégio de poder passar por Vitória algumas vezes, realmente é sempre um prazer encontrar com os meus fãs daqui e ver que as pessoas estão curtindo cada vez mais o nosso trabalho. Tudo isso é fruto de uma longa caminhada. Nós mulheres conquistamos esse respeito depois de passar por diversas situações difíceis, de preconceito, de dúvida, mas provamos que podemos chegar onde a gente quiser. 

CP: Você e a dupla Maiara e Maraísa levam o “Festa das Patroas” para todo lugar do Brasil! A ideia de juntar ambos poderes foi sua ou da dupla?!

M: Nós temos uma amizade muito verdadeira e que já vem de muito tempo. Nós também fazemos parte do mesmo escritório. Foi uma ideia muito original criar o Festa das Patroas e compartilhar esse público que gosta das nossas músicas e do nosso show. 

CP: O que você tem achado dessa mudança que tem acontecido no mundo do sertanejo? Com as batidas mais eletrônicas, funk nas músicas e coisas do tipo (cc: música com o Dennis DJ)?

M: Eu sou suspeita pra falar porque eu sou muito eclética, gosto e ouço todo tipo de estilo musical. Acho que essa interação só soma e fortalece a nossa música brasileira.

CP: Você tem algum plano pra carreira internacional?

M: Eu tenho a sensação de que nos últimos meses eu tenho vivido um sonho a cada dia. São tantas boas surpresas… eu estou vivendo com os pés no chão e planejando tudo com muita responsabilidade. 

CP: Por que você acha que a maior parte do público de sertanejo sempre procura letras de decepção, de beber para esquecer o amor? De onde você tira inspiração pra criar suas músicas de sofrência?

M: Essas letras passionais geram uma identificação. Quem nunca sofreu por amor? Quem nunca ouviu um caso de uma pessoa próxima que foi traída? As minhas letras falam dessas situações do dia a dia. O cotidiano é a minha inspiração para compor.

CP: Quais são as novidades para 2018 que você pode dividir com a gente?

M: Temos alguns projetos caminhando e tenho certeza que 2018 será um ano de muito trabalho. E eu espero voltar a compor mais também, estou me colocando algumas metas. Então deve chegar ainda mais sofrência por ai.

Uma fofa, né? Lembrando que a cantora e a dupla Maiara e Maraísa estarão se apresentando em Guarapari/ES no Festival de Verão Pedreira 2018, dia 5 de Janeiro!

Para esquentar e já deixar vocês animados para esse showzão da sofrência, nós do Conexão POP em parceria com a Deezer Brasil preparamos uma playlist especial para vocês! Para conferir, basta clicar aqui e curtir bastante!

Notícias relacionadas