O ano vai começará com o pé direito para os que forem ao cinema assistir Jumanji. Ainda mais para quem já tinha assistido o primeiro filme lançado em 1995. A trama levava grande desconfiança entre os fãs de Jumanji – após ser divulgado como o a sequencia/remake seria feito – mas não se preocupe, o filme te impressionará.

Sinopse:

Quatro jovens acabam no porão da escola, após o diretor sentenciar detenção por suas atitudes, e como ‘castigo’ acabam tendo que passar a tarde tirando grampos de revistas antigas. Até um dos alunos encontrar um videogame antigo (Jumanji), os quatros se reúnem para o jogo. Porém depois de escolherem seus personagens, os alunos são transportados para dentro do jogo, a floresta, sendo obrigados a participarem do jogo para poder voltar ao mundo real.

Crítica:

O medo desse ‘remake/continuação’ ser ruim era grande. Mas essa aventura cheia de comédia, é tão boa quanto o primeiro lançado em 1995, e ainda assim muito ligada ao primeiro clássico de Jumanji, que deixa a história mais envolvente e cheia de easter-eggs. Em 1995 o filme acaba com o tabuleiro em uma praia. Essa nova aventura começa nesse exato momento.

O Filme começa em 1996, quando um homem encontra o tabuleiro e presenteia seu filho com o jogo, mas nos anos 90 ninguém mais jogava jogos de tabuleiro, e para atrair a atenção dos mais novos, o jogo de tabuleiro se tornou uma fita de videogame (Mega Drive). Seguindo depois para os dias atuais.

Jumanji assim como Zathura leva os jogadores á outra realidade, fazendo com que eles entrem de uma forma no jogo e saem ‘transformados’, agindo e pensando de forma diferente. Os quatro jogadores, Spencer (O nerd), Martha (A anti-social), Bethany (A popular) e Nigel (O atleta) se tornam o oposto do que são ao entrar no jogo, fazendo os personagens enfrentarem algumas dificuldades ou um drama exagerado, o que tira algumas boas risadas. Dwayne Johnson interpreta Dr. Bravestone o avatar de Spencer. Podemos ver daí as controversas dos personagens com seus avatares. Spencer é medroso, e diz ter alergia de tudo. Enquanto o Dr. Bravestone é conhecido por sua coragem e bravura, seu corpo grande e sua voz intensa e grave, o que só agrava mais essa diferença, porém, quando vemos Spencer como Dr. Bravestone é uma comédia, é engraçado ver um homem grande com medo de tudo e tentando segurar as pontas. Assim acontece com os outros da mesma forma.

A cada ano podemos ver a tecnologia visual inovar e Jumanji traz uma realidade gráfica incrível. O roteiro permanece numa linha tênue e um a um os segredos e dúvidas vão sendo esclarecidos sem deixar a história com furos no roteiro. Pelo fato do filme se passar dentro de um jogo, alguns personagens andam ou falam como robôs trazendo realidade de jogo para as telonas, o diretor Jake Kasdan soube trazer para ao filme os jogos, tendo muita semelhança com os jogos do PS4.

Apesar da trama falhar com o vilão, essa aventura cheia de easter-eggs fará você rir, e querer ver o filme mais de uma vez. Jumanji chega aos cinemas na primeira semana de janeiro (04).

Notícias relacionadas