Este ano, o GLAAD Media Awards  vai homenagear Madonna por seu apoio aos direitos da comunidade LGBTQ. A cantora receberá em maio a honraria “Advocate For Change Award”, tornando-se a primeira mulher e a segunda pessoa a ser reconhecida pela causa na premiação.

Em 2013, Bill CLinton, ex-presidente dos Estados Unidos, recebeu o troféu pela defesa do casamento entre pessoas do mesmo sexo no país. Agora, para Sarah Kate Ellis, CEO da GLAAD (Aliança Gay e Lésbica Contra Difamação, em inglês), chegou a hora de reconhecer Madonna pelo seu trabalho em prol dessa minoria.

Reprodução: site Daily Mail (Foto por Dimitrios Kambouris/Getty Images)

 

“Ela é e sempre será a maior aliada da comunidade LGBTQ e é justo honrar e celebrar a nossa maior defensora”, disse Ellis. “Desde a crise do HIV até os problemas  internacionais, Madonna luta sem medo para que o mundo seja um lugar onde essas pessoas são aceitas. Sua música e sua arte têm salvado vidas ao longo dos anos, e suas palavras e ações afirmativas mudaram inúmeros corações e mentes”, completou. A organização ainda reforça a atuação da cantora por seus shows beneficentes em prol das vítimas e pesquisas da AIDS.

A cerimônia na qual Madonna receberá a homenagem acontece em 4 de maio, em Nova York. Antes disso, uma celebração também será realizada em 27 de março, em Los Angeles.

Notícias relacionadas