Na última sexta-feira, dia 15, foi exibido na 69ª edição do Festival de Berlim pela primeira vez “Marighella”, o primeiro longa-metragem de Wagner Moura, como diretor, que foi ovacionado pelo público presente. Além de Wagner, o elenco do filme também marcou presença, como Seu Jorge, que atua na pele do personagem principal, Bruno Gagliasso, Humberto Carrão, Bella Camero, Maria Marighella, Ana Paula Bouzas e Henrique Vieira, entre outros, bem como diversos integrantes da equipe de produção.

O elenco e a produção do filme, no Festival de Berlim (Photo por Matthias Nareyek/Getty Images)

 

O longa-metragem conta a história dos últimos anos de Carlos Marighella, guerrilheiro que liderou um dos maiores movimentos de resistência contra a ditadura militar no Brasil, na década de 1960. Comandando um grupo de jovens guerrilheiros, Marighella tenta divulgar sua luta contra a ditadura para o povo brasileiro, mas a censura descredita a revolução. Seu principal opositor é Lucio, policial que o rotula de inimigo público nº 1. Quando o cerco se fecha, o próprio Marighella é encurralado e morto – mas seus ideais sobrevivem nas ações dos jovens guerrilheiros, que persistem na revolução.

No Festival Wagner Moura falou sobre o lançamento do filme em Berlim, “Como vai ser extremamente difícil lançar este filme no Brasil, é muito importante estar aqui e ganhar essa atenção internacional, com uma recepção como essa. Isso vai nos dar força para lançá-lo no país. O nosso filme não é obviamente apenas sobre as pessoas que resistiram lá atrás, nos anos 60 e 70, mas também é sobre as que estão resistindo neste momento”

Elenco e equipe do filme, no Festival de Berlim (Photo by Andreas Rentz/Getty Images)

 

O filme tem produção da O2 Filmes e coprodução da Globo Filmes e Maria da Fé. A O2 é a única produtora brasileira cinco vezes indicada ao Oscar e está por trás de mais de 30 longas-metragens e mais de 30 séries para TV, acumulando prêmios nacionais e internacionais. Com Wagner Moura, já realizaram filmes como “VIPs”, “A Busca”, “Trash” – e agora o épico “Marighella”, que já nasce chamando a atenção da comunidade cinematográfica mundial.

Na página @marighella_ofilme  os fãs de cinema poderão acompanhar a trajetória da produção do longa, que passou pela Bahia, São Paulo e Rio de Janeiro.

Notícias relacionadas