Quando temos uma ideia de um projeto e investimos muito nele, demora um tempo para que a gente consiga colher os frutos. No mundo da música não é diferente, e os cara da banda Foals sabem muito bem disso.

Composta por Yannis Philippakis (vocal e guitarra), by Jimmy Smith (guitarra), Jack Bevan (bateria) e Edwin Congreave (teclado e backing vocais), a banda de rock alternativo fundada em Oxford, na Inglaterra, vem ao Brasil esse ano para se apresentar no Lollapalooza e você precisar conhecê-los.

A banda, que começou a carreira tocando em house parties em Oxford e hoje em dia é a atração principal de festivais europeus, lançou seu álbum de estreia, “Antidotes“, em março de 2008 nos Estados Unidos e em abril no Reino Unido, estreando na posição # 3 no UK Albums Charts.

Além disso já foram indicados ao BRIT Awards, ao Mercury Prize e ao Ivor Novello, e já foram vencedores do NME e do Q Award e já contam com mais de meio bilhão de streams no Spotify desde 2015.

Dia 8 de março a banda irá lançar a primeira, de duas partes, de seu novo álbum intitulado ‘Everything Not Saved Will Be Lost’, que serão separadas mas conectadas, tendo não apenas o mesmo título, mas também terão o mesmo tema e arte. A parte dois será lançada na primavera europeia.

O primeiro single da parte um do álbum se chama ‘Exits’, e é um ótimo exemplo do que se pode esperar, de forma temática, de ‘Everything Not Saved Will Be Lost’.

O título é um aviso de que qualquer coisa – desde o menor momento de inspiração, até a própria diversidade biológica do planeta – pode estar sob ameaça de ser apagada para sempre. É um tema que permeia todo o material dos álbuns, já que a banda reflete as neuroses públicas que foram provocadas pelo nosso atual clima cultural.

A banda chegou a abrir os shows do Red Hot Chilli Pepers e essa é a terceira vez deles no Brasil, já que fizeram um show na Arena Anhembi e em 2013 estiveram no Lollapalooza.

Notícias relacionadas