Vencedores do Grammy de “Melhor Álbum Pop Latino” em 2017, os irmãos Jesse e Joy Huerta nasceram e cresceram no México. Filhos de pai mexicano e mãe estadunidense, a dupla assinou o primeiro contrato com a Warner Music em 2005 e, de lá pra cá, não parou mais.

Em 2007, receberam o primeiro o Grammy Latino como “Artista Revelação”, sucedido de várias indicações e categorias vencidas em outras edições. Em 2020, o duo completa 15 anos de carreira com o lançamento do quinto álbum de estúdio. Intitulado “Aire”, o novo projeto conta com 14 faixas, incluindo as parcerias com J Balvin e Luis Fonsi lançadas anteriormente.

Em coletiva de imprensa internacional realizada nesta sexta-feira, dia 8, Jesse e Joy conversaram com jornalistas de várias partes do mundo sobre o processo criativo do disco, significados por trás das letras e muito mais.

“A ideia do álbum é compartilhar boas energias. É engraçado porque estamos vivendo uma situação difícil, mas nosso objetivo é deixar uma mensagem de amor universal. Este disco, como os outros da nossa carreira, marcam uma etapa da nossa vida. E neste volume estamos em outro lugar emocionalmente. Chegamos num ponto em que precisamos celebrar mais a vida, o presente”, disse Joy

E foi assim que surgiu o nome do álbum. O último projeto da dupla, “Un Besito Más”, lançado em 2015, teve a canção que dá título ao disco escrita em homenagem ao pai falecido. Jesse conta que, apesar da tristeza, a vida precisou continuar. “Decidimos, então, fazer algo em que comemoramos o agora. E assim nasceu o conceito de ‘Aire'”, disse o músico. “Queríamos compartilhar um ‘ar fresco’ com este álbum, uma boa vibração, alguma positividade”, completa Joy.

“O disco trás um pouco da nossa individualidade, apesar de sermos muito parecidos. Sinto que nesse álbum misturamos coisas que gostamos separadamente, mas que também gostamos juntos”, afirma Jesse.

Turnê e vinda ao Brasil

Questionados sobre a impossibilidade de fazer uma turnê, o duo se mostrou bem consciente em relação ao cenário atual e as oportunidades que tem.

“Para Jesse e para mim é muito valioso poder ter um emprego no qual, mesmo à distância, podemos atuar. A verdade é que esperamos que, saindo dessa situação tão louca, ela não volte ao normal, mas que a normalidade mude. Porque, claramente, não é funcional para todos. E hoje a desigualdade está na nossa frente mais do que nunca”.

Sobre a vinda ao Brasil e possíveis apresentações, os irmãos afirmam que mais para frente a divulgação vai acontecer e que o país está incluído nos planos.

“É triste não podermos comemorar os 15 anos de carreira como gostaríamos, mas temos que seguir a quarentena. Acho que depois de tudo isso, todos seremos mais cuidadosos. O futuro é incerto. Mas, no momento, estamos desfrutando o presente”, afirma Joy.

Com músicas que se conectam do começo ao fim e apresentam significados para cada momento da vida, “Aire” chega como um refúgio para aqueles que buscam uma saída.

“Acreditamos que a música é algo que une e, definitivamente, esperamos que muitas pessoas possam ouvir a mensagem que há em nosso disco”.

Notícias relacionadas