Dia: 12 de Novembro, 2020

Abrir o coração para alguém é também conhecer uma nova versão de si mesmo. Quando nos apaixonamos por uma pessoa, também gostamos do que nos tornamos perto dela. E é sobre esse jogo de descobertas no amor de que se trata o novo álbum do rapper Xamã, chamado “Zodíaco” e com lançamento previsto para o fim deste ano via ONErpm.

O artista compôs uma canção para cada signo do horóscopo, e vai soltar a primeira faixa, “Escorpião”, nesta quinta-feira (12). O single, em parceria com a cantora Agnes Nunes, chega em todas as plataformas de música e com clipe no Youtube no mesmo dia.

Uma breve pesquisa sobre escorpianos revela que são misteriosos, intensos e bem sexuais. É oito ou oitenta. E Xamã sabe disso: “Me enganei, seu jogo é difícil / Quatro ases e um orgulho bobo pra nós dois / Eu te enganei, meu
jogo é difícil / Quatro estações e um bom motivo pra nós dois”. Parece que o rapper escorpiano se reconhece no seu relacionamento com uma mulher de mesmo signo.

E para abrir o projeto do novo do novo álbum “Zodíaco” com uma canção sobre si mesmo, Xamã convidou a sua “irmã” Agnes Nunes, artista em ascensão e grande parceira de composição do rapper carioca. Ela começa a música de forma bem provocativa, em inglês, e, em seguida, Xamã faz o que sabe de melhor: exercer enorme domínio das palavras e, com um flow único, encanta com as rimas. Juntos, os dois cantam um típico amor tropical: quente, fora
da lei e muito sensual.

As vozes de Agnes e Xamã casam perfeitamente com a proposta da música e “Escorpião”, portanto, atende às principais características do signo e convence até mesmo os mais céticos.

Confira o clipe de “Escorpião” de Xamã e Agnes Nunes

Nesta quinta-feira (12), a cantora Urias lançou o clipe “Racha“, que tem a música enaltecendo o corpo de mulheres trans e ao mesmo tempo tem o propósito de fazer simetria com a vida da cantora. Já o clipe, que é a grande novidade, tem uma atmosfera de ação com muita velocidade e futurismo. Ele foi gravado todo em preto e branco, em uma verdadeira libertação de Urias consigo mesma.

Urias sempre entrega tudo de melhor nos seus clipes e, dessa vez, não deixou a desejar! A produção é de Matadeiros.

Racha marca para mim um novo momento, um período onde quero extravasar 100%, quero me descobrir mais e mais como artista e espero que todos gostem. Ouçam muito!”, conta Urias.

Assista!

 

Celebrando o melhor da música brasileira, nesta quarta-feira (11), aconteceu o tradicional Prêmio Multishow 2020. Todo o evento contou com apresentação de Iza, Paulo Gustavo e Tatá Werneck.

Por conta da pandemia do coronavírus, este ano a premiação se readaptou para entrega de prêmios, se dividindo em diversos estados do Brasil e tendo a sede principal no Rio de Janeiro.

Prêmio Multishow 2020: confira os vencedores e o que rolou na premiação

Confira a lista completa de vencedores da premiação.

Grupo do Ano

  • BaianaSystem
  • Jota Quest
  • Lagum – VENCEU
  • Melim
  • Sorriso Maroto

 

Música Chiclete do Ano

  • “Braba” – Luísa Sonza
  • “Desce pro play (PA PA PA)” – Mc Zaac, Anitta e Tyga
  • “Menina solta” – Giulia Be
  • “Sentadão” – Pedro Sampaio, Felipe Original, JS o Mão de Ouro – VENCEU
  • “Tudo Ok” – Thiaguinho MT, Mila, JS o Mão de Ouro

Ivete Sangalo se apresenta no Prêmio Multishow 2020 — Foto: Hate Fash/Divulgação

Cantor do Ano

  • Dilsinho
  • Emicida
  • Gusttavo Lima – VENCEU
  • Vitão
  • Vitor Kley

 

Dupla do Ano

  • Anavitória
  • Henrique e Juliano
  • Jorge e Mateus – VENCEU
  • Sandy e Junior
  • Zé Neto e Cristiano

 

Cantora

  • Anitta
  • Ivete Sangalo – VENCEU
  • Iza
  • Luísa Sonza
  • Marília Mendonça

 

Experimente

  • Agnes Nunes
  • Elana Dara
  • Fran
  • Giulia Be
  • Menos é mais – VENCEU

 

Live do Ano

  • Caetano Veloso Live
  • Live do BEM
  • Live Gusttavo Lima Buteco em Casa
  • Ivete Sangalo em Casa
  • Live Local Marília Mendonça – VENCEU

 

  • “Amor de Que” (Pabllo Vittar)
  • “Asas” (Luan Santana
  • “Combatchy” (Anitta, Lexa, Luísa Sonza e MC Rebecca) – VENCEU
  • “Crise de Saudade” (Léo Santana)
  • “Malokera” (MC Lan, Skrillex, TroyBoi, Ludmilla e Ty Dolla $ign)

 

Categorias Superjúri

 

Revelação do Ano:

  • Ana Frango Elétrico
  • Jup do Bairro – VENCEU
  • Rosa Neon

Canção do ano:

  • “Amor de Que” (Pabllo Vittar)
  • “Braille” (Rico Dalasam e Dinho) – VENCEU
  • “Vem Me Satisfazer” (MC Ingryd e DJ Henrique da VK)

Álbum do ano:

  • “AmarElo” (Emicida) – VENCEU
  • “Little Electric Chicken Heart” (Ana Frango Elétrico)
  • “Rastilho” (Kiko Dinucci)

Nesta quarta-feira (11) rolou o Prêmio Multishow 2020. A premiação  contou com diversas apresentações inéditas de Luisa Sonza, Wesley Safadão, Mc Rebecca, Mc Zaac e muito mais. Todo o evento contou com apresentação de Iza, Paulo Gustavo e Tatá Werneck.

Por conta da pandemia do coronavirus, este ano a premiação se readaptou para entrega de prêmios, se dividindo em diversos estados do Brasil e tendo a sede principal no Rio de Janeiro.

Um dos destaques da noite foi a apresentação e do cantor Jão, que performou dois clássicos da MPB em um lindo tributo a Cazuza. Fazendo a abertura da prêmiação, Jão foi a primeira atração da noite, e encantou a todos com seu medley dos grandes sucessos “Codinome Beija-Flor” e “O Tempo Não Para”, de Cazuza.

A nova versão do medley cantada por Jão já está disponível em todas as plataformas digitais, e todos os lucros acumulados da música serão convertidos em doação para o Instituto Viva Cazuza. O instituto tem como intuito dar suporte e cuidar de crianças portadoras de HIV+.

Gostou? Assista a emocionante apresentação do cantor: