Dia: 24 de Fevereiro, 2021

A espera valeu a pena! Jão está de volta com o single “Coringa”, com clipe amanhã às 11 horas no Youtube, um single leve e apaixonante que dá início a nova fase do cantor, após os aclamados álbuns “Lobos” e “Anti-Herói”. Vem conferir:

“É um projeto que estou muito feliz de poder lançar. Faz parte de um momento especial da minha vida, no qual consegui explorar novos caminhos de composição e produção. Passei esses últimos meses encontrando esse lugar e estou bastante satisfeito e ansioso para mostrar pra todo mundo”. comenta Jão.

O cantor se mostra mais confiante e até brincou hoje durante uma coletiva de imprensa promovida pela Universal Music, “Eu sempre me sentia muito nervoso antes de lançar algo, mas hoje acordei me sentindo uma princesa da Disney”. 

“Coringa” é reflexo de um trabalho árduo feito pelo cantor, e marca a nova era de Jão, que desde o início de sua carreira afirma que não consegue lançar músicas solo, e a nova música é marcada por ser a primeira do J3.

“Não sei fazer músicas sem um disco. Não consigo lançar separado de um projeto. Há quem consiga, eu não consigo. Mas o J3 ainda é um feto. Eu estou sempre escrevendo e produzindo, mas agora ainda estou ‘grávido’ dele.”

O clipe conta com muitos easter eggs, então vale a pena ver e rever para não perder nenhum, Jão até brincou falando que às vezes é um pouquinho boca aberta, então sempre acaba soltando algum spoiler sobre seus projetos. Então já coloca o despertador para não perder a estreia do clipe de “Coringa”, que por sinal, ficou incrível.

Por último, Jão relembrou do começo de sua carreira, fazendo uma referência às diferenças de seu trabalho mais atual, que é “Coringa” a “Imaturo”, que foi o pontapé na carreira do cantor.

“Continuo fazendo tudo com as mesmas pessoas e a mesma equipe, mas agora temos dinheiro! (risos) Era a primeira vez do Pedro [Tofani] dirigindo e do Renan [Augusto] produzindo. Aprendemos na raça! Não tinha camarim, a gente não comeu. Fomos aprendendo tudo ali. Então hoje o dinheiro foi a maior diferença mesmo”.

O amor bandido retratado em “Coringa”, é algo novo nas composições de Jão, e mal podemos esperar para mais trabalhos da nova fase do cantor, que depois de quebrar nossos corações com músicas de pura sofrência, conseguiu reconstruir com esse projeto incrível e apaixonante.